Laboratório de Mídias Educacionais (LME) da UFC completa cinco anos

on

O Laboratório de Mídias Educacionais (LME) foi criado no mês de outubro de 2013. É um braço de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias do Instituto UFC Virtual com o intuito de atender instituições públicas e privadas com soluções digitais, modernas, eficazes, com baixos custos e diferenciadas.

O LME está de parabéns ao comemorar seus cinco anos de dedicação às mídias educacionais inteligentes. Um dos seus principais objetivos é dar suporte aos cursos da modalidade a distância (EAD) da UFC e Universidade Aberta do Brasil (UAB) em todos os seus aspectos, desde os processos administrativos até o material didático para as aulas virtuais. Para isso, emprega-se material multimídia, simuladores, realidade aumentada, aplicações web, animações, jogos, ambientes virtuais de aprendizagem e outras ferramentas que se adequam à democratização da EAD e ao acesso à tecnologia.

Da expertise do Prof. do curso de Sistemas de Mídias Digitais da UFC, Henrique Pequeno, e de outros professores envolvidos com pesquisas na área de Tecnologias de Informação, Comunicação na Educação, Educação a Distância, Mídias e Jogos Digitais, Mineração de Dados Educacionais, Realidade Virtual, Recursos Educacionais e Ambientes Virtuais Colaborativos, surgiu o LME.

Nos seus cinco anos de existência, o LME continua aliando a academia ao mercado produtivo, lançando produtos e soluções tecnológicas não só para as empresas locais, mas nacionais e mundiais competindo com os grandes desenvolvedores multimídia. Isso porque, os professores e colaboradores envolvidos no projeto acreditam na capacidade intelectual disseminada na UFC, assim como no domínio de teorias e práticas utilizadas nacional e internacionalmente, e na visão próspera dos desenvolvimentos tecnológicos. Dessa forma órgãos públicos e empresas que precisam de soluções inteligentes podem procurar o LME para parcerias.

Segundo o Prof. Henrique o LME busca de um lado a experiência e as importantes conquistas em pesquisas e projetos acadêmicos, do outro, engloba instituições, empresas e profissionais na incessante busca dos melhores desenvolvimentos tecnológicos para os seus negócios e atividades diárias. “Sempre estamos buscando realizar projetos e desenvolver novas técnicas e novas possibilidades em mídias digitais”, comenta.

Sua mão de obra criativa é composta por estudantes do curso de Sistemas de Mídias Digitais da UFC, designers de moda, webdesigners, modeladores 3D, animadores 2D e 3D, profissionais de transição didática, roteiristas, game designers, tradutores bilíngues, programadores para plataformas móveis, designer de som, editores de vídeo, mecatrônica, analista de dados, professores, pesquisadores e jornalista.

De acordo com o Gerente de Projetos, Gilson Júnior, o LME sabe que cada estudante tem seu estilo de aprendizado, por isso é desenvolvido experiências de ensino atraentes que equilibrem interatividade, educação e entretenimento em determinados conteúdos onde exigem mais que uma aula tradicional. “Criamos projetos que envolvem Realidade Virtual e Aumentada com recursos educacionais com jogos voltados para mídias digitais”, afirma ele.  Por isso, é adotada uma estratégia transmidiática para a criação, investindo em vídeos, animações e histórias em quadrinhos, proporcionando novas maneiras de conectar alunos e professores, trabalhando para inovar e renovar as experiências de ensino e aprendizagem.

Contudo, quem ganha com tudo isso são os alunos, que, no conforto do seu lar ou em outro ambiente que elegeram para dedicação à EAD, recebem um material didático moderno, apropriado e eficiente.

Portfólio de Projetos LME desenvolvidos para EAD

  •  Solar Mobilis

Solar Mobilis é a versão para dispositivos móveis do Ambiente Virtual de Aprendizagem Solar.

O Solar é um espaço virtual para educação a distância, onde professores e alunos podem compartilhar aulas e arquivos e interagir mesmo à distância. O sistema é utilizado nos cursos de graduação à distância da Universidade Federal do Ceará e foi desenvolvido pelo Instituto UFC Virtual.

A versão mobile traz os recursos do sistema web com usabilidade simples e clara. Pelo aplicativo, o aluno pode acessar as aulas e materiais de apoio disponibilizados pelo professor, como textos em pdfs, imagens, apresentações de slide, links, áudios e vídeos. Além disso, ele pode utilizar o fórum de cada disciplina e monitorar seu rendimento acadêmico.

  • Digital Class

É a plataforma que leva a sala de aula para a Internet. É online e oferece ferramentas diversas para preparação e apresentação de aulas. Utilizando a Digital Class, o professor pode organizar a turma, criar apresentações multimídia, hospedar e compartilhar material de apoio e aplicar avaliações.

São três módulos básicos: Studio, Virtual Test e Struct.

Com o Studio, o professor pode gravar suas aulas pela webcam ou capturar a tela do computador para tutoriais; além de criar apresentações para as aulas, com vídeos e recursos gráficos. Além disso, o módulo oferece o armazenamento e compartilhamento de arquivos, como áudios, pdfs anotados, imagens e vídeos.

Já o Virtual Test permite que o professor crie questionários ou provas de múltipla escolha – a partir de um banco de questões ou com perguntas próprias. Basta delimitar as configurações, como limite de tempo de resolução ou valores numéricos por questão e pronto: ele tem uma lista de exercícios ou prova final que pode ser compartilhada por e-mail ou via link com os alunos.

Por fim, o Struct ajuda a organizar tudo isso. Com ele, o professor pode criar um cronograma de atividades e registrar os conteúdos e atividades já repassados para cada turma. Os alunos também ficam por dentro dos testes e aulas disponíveis no sistema e da matéria que vem pela frente.

  • Sistema de Gestão Acadêmica (SGA)

O sistema facilita o fluxo de contratação e alocação de tutores. Através dele, os coordenadores podem receber a inscrição de candidatos à tutoria, validar os aprovados, realizar formações e toda a preparação antes das aulas.

  • Sistema de Gestão de Bolsas (SGB)

Sistema de gestão financeira, o SGB permite aos gestores organizar documentação, pagamento e carga horária de bolsistas. Os próprios podem consultar seus status e receber mensagens diretas da coordenação.

  • Sistema de Apoio à Gestão Acadêmica (SAGA)

Um programa de filtragem de dados e pode gerar diversos relatórios, como frequência, alunos ativos, porcentagem de créditos cursada e dentre outros.

  • Sistema de Avaliação (SAV)

Integrado ao ambiente virtual de aprendizagem Solar, o SAV permite avaliar tutores, alunos e coordenadores. O usuário pode criar um questionário, a partir do qual o sistema recolhe dados e atribui notas para o perfil avaliado. As notas ficam incorporadas no perfil e os resultados podem ser visualizados de várias maneiras, com divisões socioeconômicas, notas individuais etc.

Para conhecer todos os projetos do LME, acesse o portal: www.lme.ufc.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *